Como Escolher um Bom Plano Odontológico?

Por 18 de outubro de 2019Sem categoria

Para escolher um bom plano odontológico é preciso considerar uma série de fatores. Eles fazem toda diferença para que você e seus familiares tenham acesso aos melhores serviços odontológicos com toda segurança, comodidade e excelente custo-benefício. Para saber o que levar em consideração ao fazer essa escolha, confira nosso artigo.

8 Dicas para escolher o melhor plano odontológico

1 – Qualificação da empresa

Ao escolher o plano odontológico ideal para você e sua família, o primeiro passo é optar por uma empresa qualificada, que esteja há vários anos no mercado e se destaque pela qualidade dos serviços oferecidos.

Uma pesquisa simples é suficiente para saber quais são os melhores planos odontológicos no país. Com alguns nomes de empresas em mãos, fica mais fácil conhecer o que cada uma delas oferece como diferencial e acertar na escolha de um bom plano de assistência odontológica.

Outro aspecto importante ao definir a melhor empresa de planos odontológicos é verificar se ela possui registro na Agência Nacional de Saúde Suplementar. 

2 – Quantidade de procedimentos cobertos

Para que o plano odontológico escolhido atenda plenamente suas necessidades, antes de assinar o contrato é preciso prestar atenção em todos os procedimentos que estão inclusos em cada plano. 

Alguns exemplos de procedimentos são: limpeza, extrações, tratamento de canal, restaurações, tratamento de gengiva etc. O ideal é que o plano escolhido cubra a maior quantidade possível de procedimentos odontológicos, já que isso oferece ainda mais segurança e economia ao realizar os tratamentos necessários.

3 – Abrangência nacional

Um erro comum que muitas pessoas cometem no momento de escolher o plano de assistência odontológica é não verificar a abrangência. Esse fator faz toda diferença sobretudo nas situações em que você, ou um membro da sua família, precisa de atendimento emergencial em outra cidade ou estado.

Ao definir o plano odontológico sempre é preciso confirmar se a abrangência do atendimento é municipal, estadual ou nacional. O ideal é que o plano escolhido tenha abrangência nacional. Isso é ainda mais necessário no caso de pessoas que viajam com frequência (a trabalho, estudo ou passeio) e podem necessitar de atendimento em diversas localidades.

4 – Disponibilização de serviços extras

Ao optar por um bom plano odontológico é preciso verificar se são oferecidos serviços extras, sobretudo aqueles ligados a procedimentos estéticos, tais como uso de aparelho ortodôntico, clareamento etc. O motivo disso é que boa parte dos planos apresentam políticas diferentes com relação a esses serviços.

5 – Período de carência

Ainda que todo plano odontológico estabeleça determinados períodos de carência, sempre há diferenças com relação a eles. Enquanto algumas empresas trabalham com períodos maiores, outras oferecem um tempo menor de carência como forma de atrair mais clientes.

Além dos demais fatores mencionados, avaliar esse período de carência é essencial ao optar por um plano que atenda suas necessidades e disponibilize os serviços oferecidos de forma ainda mais rápida e segura.

6 – Rede credenciada

A rede credenciada que cada plano odontológico oferece sempre pode ser visualizada no site da empresa. Analisar essas informações é de suma importância para identificar a qualidade dos profissionais que atendem pelo plano de acordo com a cidade e região de atuação.

Além disso, é importante que a rede tenha a maior quantidade possível de profissionais e estabelecimentos que realizam os serviços de assistência odontológica. Isso oferece maior segurança e comodidade aos clientes, que na maioria das vezes precisam recorrer a profissionais de variadas especialidades.

7 – Atendimento emergencial

A realização e qualidade do atendimento emergencial, inclusive durante o período de carência, é outro dos pontos mais importantes antes de definir qual será seu plano odontológico

Desconfortos repentinos, dores, traumas, acidentes etc. podem fazer que você ou um familiar precise dessa assistência odontológica a qualquer momento. É nessa hora que o atendimento emergencial faz toda diferença. 

8 – Valor da mensalidade

Observados todos os aspectos mencionados anteriormente quanto à escolha do plano de assistência odontológica, é preciso verificar os valores da mensalidade para o titular e respectivas inclusões de familiares. 

Ao analisar o valor, não basta fazer a escolha de acordo com a menor mensalidade. Sempre é preciso considerar a relação custo-benefício. Na maioria das vezes, uma pequena diferença de valor de um plano para outro, ou de uma empresa para outra, faz grande diferença quanto à quantidade de procedimentos cobertos, serviços extras etc.

Qual a importância de um plano odontológico?

O plano odontológico, assim como o de saúde, tornou-se essencial no dia a dia das pessoas. Um dos motivos é que os tratamentos bucais realizados sem o plano são muito caros e, dependendo da situação, podem sacrificar bastante o orçamento da família.

O serviço de assistência odontológica permite que as pessoas tenham acesso a tratamentos de alta qualidade pagando um valor mensal acessível. Seja individualmente ou por meio de empresas que disponibilizam esse benefício aos colaboradores, o plano odontológico é um item básico para manter a saúde bucal em dia.

Autoestima e prevenção de doenças

Uma das maiores vantagens do plano odontológico é a possibilidade de ter um acompanhamento constante quanto à saúde bucal. Esse cuidado evita uma série de problemas e favorece a saúde do corpo como um todo. Contar com um plano de assistência odontológica também permite que as pessoas ganhem mais autoestima, o que contribui para o bem-estar emocional.

Não é por acaso que famílias e empresas estão investindo cada vez mais nos cuidados com a saúde bucal ao contratar um plano odontológico capaz de atender às suas necessidades de forma rápida, segura, acessível e sem maiores burocracias.

Os cuidados no dia a dia

Além de usufruir dos serviços do plano odontológico é essencial seguir à risca as recomendações dos profissionais com relação aos cuidados que devem ser adotados no dia a dia. Esses cuidados complementam os resultados dos tratamentos realizados e funcionam como forma de prevenir diversos problemas e doenças bucais.

Depois de aprender como escolher um bom plano odontológico, confira nossos demais conteúdos relacionados à sua saúde bucal. Todos os cuidados são necessários para prevenir e tratar problemas de forma correta, garantindo sempre um sorriso lindo e saudável.

Deixe um comentário